Noites estreladas

Por: Gisele Neuls

set 06 2012

Tags:, ,

Categoria: Van Gogh

Deixe um comentário

o amor me foge
como os horizontes de Galeano
e a cada passo dessa longa jornada
perco um pouco mais de inocência

o amor me foge
e com ele perco noites de sono
dias de sol e de mar azul turquesa
por instantes, perco até a razão

mas não perco a arte nem a graça
porque mesmo a noite mais escura
sempre é estrelada

A escolha da imagem

La nuit étoilée, Vincent van Gogh, 1889, MoMA, The Museum of Modern Art

O quadro ao fundo da foto na qual eu figuro no perfil do blog inspirou a Gisele a fazer uma poesia para mim, que muito tem a ver com certos momentos de minha vida. É uma obra de Van Gogh, que deu nome a esta casa. A Noite Estrelada foi pintada pelo artista enquanto ele estava no sanatório em Saint-Rémy-de-Provence, um ano antes de se suicidar. 

Da janela de sua cela, ele imaginou essa noite luminosa e essa pequena cidade, com uma igreja que lembra seu país natal, a Holanda. Ele escreveu ao seu irmão Theo dizendo que “naquela manhã ele viu o país da sua janela um longo tempo antes do pôr-do-sol e que a estrela da manhã parecia muito grande.” Uma noite insana mas uma obra muito bem estruturada (veja aqui o vídeo em inglês ou francês).

 E quando o amor me foge, eu perco o sono, como Van Gogh. Nas elipses de seus traços loucos nessa noite insana eu perco a razão. Da mesma Provence, eu não vejo o país, mas vislumbro a distância que estou de casa. Van Gogh se perguntava se os pontos brilhantes no céu são tão acessíveis como os pontos negros do mapa da França, “assim como tomamos o trem para chegar ao Tarascon ou Rouen, tomamos a morte para chegar a uma estrela”. Mas eu, otimista incorrígivel, como diz o final perfeito do poema, não perco a arte nem a graça/porque mesmo a noite mais escura/sempre é estrelada. E sempre olhei para esse quadro sem dar muita importância ao seu nome e sua história, no lugar da lua eu sempre vi o sol. 

 Se não tem nada como um dia após o outro, é porque a noite é a parte fundamental para fazer com que a gente entenda o que é superação. Uma noite em claro nos faz ver toda a escuridão da desesperança se transformar num céu claro iluminado pela estrela da manhã. Uma métafora para a vida, pena que Van Gogh não se deixou iluminar pelo brilho de sua própria obra e sucumbiu à escuridão e à desesperança. [F.S]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: